O Jubileu

Mensagem: A Festa das trombetas

-94 Observe o som da Trombeta em poucos minutos, o que ele declara. A Trombeta, a Trombeta do Evangelho, veja quem pode ouvir Isto. Recorde aqueles nas cidades muradas não podiam sair para o jubileu. Não, senhor. Eles estavam dentro do muro, eles ficavam ali. Estava acabado, eles eram escravos para o resto de suas vidas e tinham que ser marcados.

128 Agora observe, As Trombetas das quais estamos falando, é um chamado para um ajuntamento ou para uma festa, ou para guerra, para uma pessoa, algum dia sagrado, ou algo assim (Observe, você diz, “Para uma pessoa?”, sim), ou para um ano de jubileu, a proclamação da chegada da liberdade, quando eles podiam voltar. Agora, nós poderíamos tomar toda a manhã somente nisto. Ma agora, entrando nas trombetas, você tem um fundamento agora, dos Selos, e a Igreja. Agora, vamos entrar na trombeta.

194 Observe, agora rapidamente Apocalipse 9 (sob a sétima trombeta, o seu rei vem do abismo sem fundo), e em Levítico agora, quão perfeita é a interpretação aqui com a Palavra, porque (vêem?) imediatamente seguindo o jubileu Pentecostal segue o dia da expiação. A ordem do tempo da festa, entre a festa Pentecostal à expiação, o som das Trombetas para a expiação era a festa Pentecostal o longo período de tempo.

196 Agora, os judeus foram cegados, esperando todo este tempo, enquanto os primeiros frutos Pentecostais foram derramados sobre a igreja. E nós descemos através das eras dos mártires, e até a era dos reformadores, e agora na era da chamada, três secções, o mesmo Espírito, como Pai, Filho e Espírito Santo, o Mesmo. Vêem? Mas as sete eras da igreja, sendo sete sábados, exatamente sete sábados da trombeta do jubileu Pentecostal - uma festa do jubileu Pentecostal, até - que se movesse os molhos, e entoa o jubileu Pentecostal. E então do jubileu à Expiações são sete sábados, cinqüenta dias. E no final dos cinqüenta dias é - a expiação é feita. Você compreendeu isto?

211 Não perca isto gente! E você na fita ouça atentamente! Este tem sido o tempo da Festa Pentecostal. Os judeus se silenciaram; eles rejeitaram isto. Agora, eles têm que serem chamados de volta a Expiação. Nós sabemos Quem era a Expiação; eles não sabiam. E a trombeta soou após o jubileu Pentecostal, juntando os judeus. Não pode você ver como aquela trombeta de perseguição sob Hitler tocou, e os judeus foram forçados a se reunirem para que se cumprisse as Escrituras? Agora, você entendeu isto? Todos que compreendem isto, digam, “Amém”. (A congregação responde “Amém” - Ed.) Bom. Correto!


Mensagem : O Mensageiro do entardecer

100 E três é o número perfeito de Deus, Deus é perfeito em três, como “Pai, Filho e Espírito Santo”, e “justificação, santificação, batismo do Espírito Santo”. Ele é perfeito, porque três é Sua “perfeição”. Cinco é o número da graça. Sete é... O número de “adoração”: doze. Quarenta é o número de - de “perseguição”. E cinqüenta é “jubileu”, adoração. “Pentecostes” significa cinqüenta. E, quarenta dias foi Moisés tentado, quarenta dias Cristo foi tentado. Vê você? E todos esses tipos. Agora, Deus é perfeito em três.


Mensagem : Retorno e jubileu

16 Em Levítico, capítulo 25 versículos 9 e 10: Então no mês sétimo, aos dez do mês, farás passar a trombeta do JUBILEU; no dia da expiação fareis passar a trombeta por toda a vossa terra. E santificareis o ano qüinquagésimo e apregoareis liberdade na terra a todos os seus moradores; ano de jubileu vos será, e tornareis, cada um à sua possessão, e tornareis, cada um à sua família.

Mensagem : Hoje se cumpriu esta escritura 27 O ano aceitável, como todos sabemos, como leitores das Escrituras, é o ano do JUBILEU, quando todos os escravos e prisioneiros. Os que tiveram que entregar um filho ou uma filha para pagar alguma dívida, e estes estavam em cativeiro. Não importava quanto tempo haviam estado na escravidão ou quanto tempo lhes restava de sua sentença, quando ouviam que vinha o ano do JUBILEU, e ouviam o som da trombeta, todo escravo podia receber sua liberdade se assim o desejava. Já não tinha que ser escravo. Porém se alguém desejava permanecer como escravo, então tinha que ser levado ao templo, e de pé junto à coluna tomavam uma sovela e lhe furavam a orelha, então tinha que servir a esse amo pelo resto de sua vida. Que exemplo tão perfeito do Evangelho de Jesus Cristo! Quando o Evangelho é pregado, o ano aceitável, o tempo do JUBILEU; qualquer um, não importando a cor da pele, sua denominação, o submetido no pecado, ou o que tivesse de mal, podia ser livre quando ouvisse a trombeta Evangélica de Deus. Então ficava livre. Porém, se dava às costas à Mensagem e se negava a ouvi-la, então, note bem, lhe furavam a orelha com uma sovela; isso quer dizer que atravessa a linha entre a graça e o juízo, e jamais ouvirá o Evangelho. Você jamais progredirá, permanecerá como escravo ao sistema em que se encontra pelo resto de sua vida, se você se nega a ouvir o ano aceitável.


Ano Jubileu

Levítico 25:8-24

8 Também contarás sete semanas de anos, sete vezes sete anos; de maneira que os dias das sete semanas de anos te serão quarenta e nove anos.
9 Então no mês sétimo, aos dez do mês, farás passar a trombeta do jubileu; no dia da expiação fareis passar a trombeta por toda a vossa terra,
10 E santificareis o ano qüinquagésimo, e apregoareis liberdade na terra a todos os seus moradores; ano de jubileu vos será, e tornareis, cada um à sua possessão, e cada um à sua família.
11 O ano qüinquagésimo vos será jubileu; não semeareis nem colhereis o que nele nascer de si mesmo, nem nele vindimareis as uvas das separações,
12 Porque jubileu é, santo será para vós; a novidade do campo comereis.
13 Neste ano do jubileu tornareis cada um à sua possessão.
14 E quando venderdes alguma coisa ao vosso próximo, ou a comprardes da mão do vosso próximo, ninguém engane a seu irmão;
15 Conforme ao número dos anos, desde o jubileu, comprarás ao teu próximo; e conforme o número dos anos das colheitas, ele a venderá a ti.
16 Conforme se multipliquem os anos, aumentarás o seu preço, e conforme à diminuição dos anos abaixarás o seu preço; porque conforme o número das colheitas é que ele te vende.
17 Ninguém, pois, engane ao seu próximo; mas terás temor do teu Deus; porque eu sou o SENHOR vosso Deus.
18 E observareis os meus estatutos, e guardareis os meus juízos, e os cumprireis; assim habitareis seguros na terra.
19 E a terra dará o seu fruto, e comereis a fartar, e nela habitareis seguros.
20 E se disserdes: Que comeremos no ano sétimo? eis que não havemos de semear nem fazer a nossa colheita;
21 Então eu mandarei a minha bênção sobre vós no sexto ano, para que dê fruto por três anos,
22 E no oitavo ano semeareis, e comereis da colheita velha até ao ano nono; até que venha a nova colheita, comereis a velha.
23 Também a terra não se venderá em perpetuidade, porque a terra é minha; pois vós sois estrangeiros e peregrinos comigo.
24 Portanto em toda a terra da vossa possessão dareis resgate à terra.
O Jubileu