Primavera




A CRUELDADE DO PECADO, E A PENA QUE CUSTOU PARA AFASTAR O PECADO DE NOSSAS VIDAS

Primavera
138    Eu disse: “Irmão, a primavera está chegando. Todos esses arbustos e carvalhos-anões aqui fora, cada um deles, tem as folhas bem onde eles tinham no último outono. Mas nós não temos que arrancar as folhas, para deixar as folhas novas chegarem. Simplesmente deixe a vida nova chegar, e as folhas velhas caem.” Isto é certo. Amém.
139    Ouçam. Dêem licença de eu dizer isto também. Se a velha folha não cair, isto mostra que a Vida nova não chegou. Não fiquem com raiva de mim agora. Estou falando sobre Jesus. Correto. É isto. Correto.


AO NASCER DO SOL

Primavera26        Logo, enquanto estava ali assentado, quase adormecido, ouvi que batiam na porta da frente de casa. Não havia ninguém em casa senão eu, do que estava ciente e me pus a escutar porque não o havia ouvido muito bem. Depois de  um momento bateram na porta de entrada do escritório onde eu estava, e alguém continuou batendo na porta. Eu fui e abri a porta, e qual não foi minha surpresa quando vi que ali estava uma menina com seu cabelo amarelo e seus olhos azuis. Ao olha-la parecia uma florzinha de primavera (tempo da Ressurreição). Agora vejo que está assentada aqui olhando-me. Ela me entregou  um cartão. Por certo, quando chegar outra vez em casa encontrarei vários cartões deste tempo de Ressurreição; mas este era o único que eu havia recebido estando fora de casa. E ela me disse: “Irmão Branham, isto é da parte de meu pai e da minha”. Queria estar segura de que aparecia este “minha”. E era que seu papai, sendo artrítico e estando em cadeira de rodas, havia mandado este cartão.
27        Quando tomei o cartão e agradeci à menina, enquanto ela deu a volta e se foi pela porta, eu abri o cartão; e deste cartão tomei meu texto; pois no cartão estava escrito Marcos 16: 1 e 2: “Ao nascer do sol”.
28        Então  pensei  nisso, e logo pensei no assunto acerca da vivificação de Jesus Cristo sendo levantado dentre os mortos, e assim dei com este tema.


COISAS QUE HÃO DE SER

Primavera

45 Eu não creio que... que todos serão loiros ou morenos, ou... pequenos, ou... todos grandes, ou... ou todos gigantes. Creio que Deus é um Deus de variedade. O mundo prova isto. Ele tem grandes e pequenas montanhas. Ele possui planícies; Ele possui desertos; Ele possui coisas diferentes, porque Ele fez isto da maneira que Ele quis faze-lo. E Ele fez as estações: primavera, verão, outono e inverno. Ele fez as estações. Isto mostra que Ele é um Deus de variedade. Ele vos fez em uma variedade. Alguns homens são realmente violentos, outros são dogmáticos, outros são finos e outros são manos. E você simplesmente encontra todos os tipos diferentes de pessoas e... em Seu Reino.


William M. Branham

Primavera