Pascoa

  EU SEI (Mensagem da Páscoa)

William M. Branham

17 de abril de 1960

Jeffersonville - Indiana - E.U.A.

 68        Foi necessário um Getsêmane de gotas de Sangue rompendo através de Sua pele, ali antes. E foi preciso uma agonia cruel no Calvário antes que pudesse vir a prova de um Deus eterno, o Qual podia levantar os mortos. Foi preciso um - foi necessário um Getsêmane e um Calvário para fazer uma Páscoa. Com certeza foi.




§134“... então haverá um Éden estabelecido novamente. O grande reino de Deus será trazido outra vez, porque Jesus batalhou com Satanás no Jardim do Getsêmani e recuperou o Éden, o qual Ele foi preparar no céu para retornar.”

O ÉDEN SATÂNICO

William M. Branham

29 de agosto de 1965

Jeffersonville - Indiana - E.U.A.

Tradução - GO

 

 I Coríntios15:4
E que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.

 Mensagem: Vivendo, morrendo, sepultado, ressussitando e vindo

Domingo, 29 de março de 1959
Jeffersonville, IN - EUA

§3 Para você que gostaria de acompanhar onde estamos lendo, nesta manhã, nossa Escritura… E sentimos por saber que não temos assentos para este fino grupo de pessoas que veio cedo, nesta manhã, para adorar conosco; de diferentes igrejas e de diferentes estados e até mesmo diferentes nações, têm se reunido nesta manhã aqui no Tabernáculo, para esta gloriosa adoração ao Senhor. Eu desejo que vocês voltem ao Livro dos Salmos, Salmo 22. Eu sei que este é um lugar incomum para leitura num culto de Páscoa, mas Deus é incomum.

Agora, no Salmo 22, leremos:
Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste Por que te alongas das palavras do meu bramido e não me auxilias
Deus meu, eu clamo de dia, e tu não me ouves; de noite, e não tenho sossego.
Porém tu és Santo, o que habitas entre os louvores de Israel.
Em ti confiaram nossos pais; confiaram, e tu os livrastes. 
A ti clamaram e escaparam; em ti confiaram e não foram confundidos.
Mas eu sou verme, e não homem, opróbrio dos homens e desprezado do povo.
Todos os que me veem zombam de mim, estendem os lábios e meneiam a cabeça, dizendo:
Confiou no SENHOR, que o livre; livre-o, pois nele tem prazer.
Mas tu és o que me tiraste do ventre; o que me preservaste estando ainda aos seios de minha mãe.
Sobre ti fui lançado desde a madre; tu és o meu Deus desde o ventre de minha mãe.
Não te alongues de mim, pois a angústia está perto, e não há quem ajude.
Muitos touros me cercaram; fortes touros de Basã me rodearam.
Abriram contra mim suas bocas, como um leão que despedaça e que ruge.
Como água me derramei, e todos os meus ossos se desconjuntaram; o meu coração é como cera, e derreteu-se dentro de mim.
A minha força se secou como um caco, e a língua se me pega ao paladar; e me puseste no pó da morte.
Pois me rodearam cães; o ajuntamento de malfeitores me cercou,
traspassaram-me as mãos e os pés.
Poderia contar todos os meus ossos; eles veem e me contemplam.
Repartem entre si as minhas vestes e lançam sortes sobre a minha túnica.
Mas tu, SENHOR, não te alongues de mim; força minha, apressa-te em socorrer-me.
Livra a minha alma da espada e a minha predileta da força do cão.
Salva-me da boca do leão; sim, ouve-me desde as pontas dos unicórnios.
Então declararei o teu nome aos meus irmãos; louvar-te-ei no meio da congregação.
Vós, que temeis ao SENHOR, louvai-o; todos vós, descendência de Jacó, glorificai-o; e temei-o todos vós, descendência de Israel.
Porque não desprezou nem abominou a aflição do aflito, nem escondeu dele o seu rosto; antes, quando ele clamou, o ouviu.
O meu louvor virá de ti na grande congregação; pagarei os meus votos perante os que o temem.
Os mansos comerão e se fartarão; louvarão ao SENHOR os que o buscam; o vosso coração viverá eternamente.
Todos os limites da terra se lembrarão e se converterão ao SENHOR; e todas as gerações das nações adorarão perante a tua face.
Porque o reino é do SENHOR, e ele domina entre as nações.
Todos os grandes da terra comerão e adorarão, e todos os que descem ao pó se prostrarão perante ele; como também os que não podem reter a sua vida.
Uma semente o servirá; falará do Senhor de geração em geração.
Chegarão e
anunciarão a sua justiça ao povo que nascer, porquanto ele o fez.

 

§15 Quando o Cordeiro de Deus, morto desde a fundação do mundo, veio para tomar o lugar dos pecadores culpados e foi esmagado e ferido, e zombado, e criticado, e enfrentou uma morte que nenhuma criatura poderia enfrentar, exceto o próprio Deus, e Seus cabelos sangrentos pendurados em seus ombros, pingando no chão, expressaram uma coisa horrível que é o pecado; quando Ele teve que morrer para redimir o homem de uma vida de pecado. Ninguém poderia morrer assim. Ninguém poderia suportar aquela morte. Foi dito que quando eles furaram Seu lado, dali saiu Sangue e água.



§30 Os pecados estão perdoados. Todos aqueles sacrifícios podem ter sido fictícios, todos aqueles sacrifícios podem ter falhado. Mas na manhã da Páscoa, quando Ele ressuscitou, Deus provou que aceitou o sacrifício. Não é de se admirar que isso traga ao meu coração um aleluia. Não é de se admirar que isso faça os homens se porem de pé diante da morte; faça as pessoas chamarem todas essas coisas que não são como se fossem. Por quê “Ressuscitando, Ele justificou.” Como você sabe que Ele ressuscitou Porque Ele está ressuscitado em nossos corações: justificado livremente para sempre.


§31 Quarenta dias depois, quando Ele estava de pé, conversando com Seus filhos, a gravidade começou a perder a sua força. A obra foi consumada. A pena estava paga. Ele tinha o recibo na mão. Era o recibo de Deus. Ele tinha os filhos, a Igreja, os crentes. Todo pecado foi conquistado. O caminho se tornou claro. Ele não mais poderia permanecer na terra. O que nos segura aqui A gravidade. A gravidade começa a ser quebrada; ela perde sua atração. Por quê Estava tudo terminado então. O que aconteceu Ele começou a Se levantar da terra.

§32  “Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda criatura”, veio de seus lábios. “Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. E estes sinais seguirão aos que crerem: em Meu Nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; pegarão nas serpentes e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre enfermos e os curarão. Porque eu vivo... A gravidade está separada de Mim. O pecado não segura; Eu morri por você. Deus provou isso e deu o recibo da ressurreição. E porque Eu vivo, vós também vivereis. Um dia Eu voltarei.”

João 20:7
 E que o lenço, que tinha estado sobre a sua cabeça, não estava com os lençóis, mas enrolado num lugar à parte.

 


§67 ..., estou tão feliz porque o Espírito de Deus pode vir, e nós podemos dizer: “Eu sei que o meu Redentor vive, e no último dia Ele se levantará sobre esta terra.” Um dia Ele virá. Não é de se admirar que o poeta escrevesse:

                                    Vivendo, Ele me amou. Morrendo, Ele me salvou.

                                    Sepultado, Ele levou os meus pecados para bem longe.

                                    Ressuscitando, Ele livremente me justificou para sempre.

                                    Um dia Ele virá, Oh, dia glorioso!

EU SEI (Mensagem da Páscoa)

William M. Branham

17 de abril de 1960

Jeffersonville - Indiana - E.U.A.

 

João 3:16
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.